Fale com a gente

BLOG

ACCOUNT ONE

Home Blog O MEI precisa ter contador? Entenda melhor! - account ONE Contabilidade Simplificada

O MEI precisa ter contador? Entenda melhor! - account ONE Contabilidade Simplificada

Afinal, o MEI precisa ter contador ou não?

 

Se observarmos o site do SEBRAE ou mesmo o Portal do Empreendedor, essa pergunta está respondida afirmando que não, o MEI não é obrigado a ter os serviços de uma contabilidade.

Isso porque o MEI não precisa de fato de contabilidade, ou seja, os documentos que indicam essa relação e nem a assinatura do contador.

Mas, isso não significa, em hipótese alguma, que o contador é desnecessário. Nós vamos explicar abaixo como o Portal do Empreendedor pode simplificar demais as coisas, sendo que é fundamental para alguns tipos de empresas, mesmo pequenas, fazerem sua contabilidade.

O que é preciso ficar claro nesse momento seria a não-obrigatoriedade do contador para o MEI, porém, a sua necessidade para que os negócios continuem fluindo bem - e para evitar pagamentos exagerados de impostos.

 

Como um contador pode ajudar o MEI?

 

Agora, vamos explicar como um contador pode ajudar o MEI e quando ele é extremamente necessário, mesmo não sendo obrigatório. Confira alguns pontos importantes de serem citados:

 

  • O Lucro Presumido

 

Quem já recebeu acima mais do que o limite para ser isento do Imposto de Renda, sabe que será necessário pagar para a Receita Federal uma porcentagem desse valor. Esse cálculo é feito através do que chamamos de lucro presumido, que hoje está em torno de 32% para serviços, por exemplo.

Ou seja, todos os seus ganhos no ano menos os 32% são considerados tributáveis - que estão sujeitos aos pagamento de tributos.

Porém, quando temos uma contabilidade organizada e uma conta PJ no banco, o lucro pode ser considerado maior, especialmente quando existe a necessidade de cobrir gastos com a empresa, como no caso de aluguéis, por exemplo.

Sendo assim, o contador não só vai te ajudar a se organizar, como tem tudo para diminuir o valor que é pago anualmente com o Imposto de Renda. E, quanto maior sua receita bruta, mais você pode pagar sem necessidade. É preciso cuidado com isso!

 

 

  • O desenquadramento

 

Vamos supor que você seja MEI há mais de um ou dois anos. Com o tempo, o seu lucro pode aumentar e isso é excelente para quem deseja crescer. Mas, sem um contador, esse crescimento acaba sendo pouco planejado e até inesperado.

E o que fazer quando o MEI desenquadra sem aviso prévio? Se você não trocar de porte antes disso acontecer, será necessário encarar multas altas e impostos retroativos, que podem até comprometer seu fluxo de caixa.

Acontece muito com o microempreendedor que cresce e acaba falindo por não saber lidar com custos altíssimos de um desenquadramento sem planejamento.

Então, o contador evita que esse tipo de coisa aconteça. Ele é o profissional que poderá te alertar sobre um possível aumento do seu rendimento - e informar quando estiver próximo de ultrapassar o limite permitido pela Receita Federal.

Ao perceber essa necessidade, a Contabilidade irá te desenquadrar antes mesmo que isso signifique multas e impostos atrasados.

 

  • A contratação de funcionários

 

Como MEI, é possível ter até um funcionário ganhando um salário mínimo mensal. Isso é excelente e te ajuda a crescer nos negócios. Porém, existem muitas burocracias que chegam de presente com esse novo colaborador, como a folha de pagamento.

Para evitar problemas e fazer tudo conforme a lei, é fundamental que a contabilidade possa te ajudar nesse processo. A dica é contratar pacotes menores ou mesmo uma contabilidade digital, que não te traga muitos custos e possa te deixar em dia com os fiscos.

 

  • Ao fazer a declaração anual de rendimentos

 

Todo MEI precisa fazer sua declaração anual de rendimentos, ela é o que comprova seu vínculo com a empresa e que ela está ativa. Mas, é comum que muitos empreendedores tenham dúvidas ou entreguem as declarações de forma errada - seja porque ainda não organizou a vida financeira do negócio ou porque não fez um planejamento de recebimento e deixou de emitir nota fiscal.

Seja qual for o caso, a Contabilidade pode ajudar e diminuir os erros. Consequentemente, você estará mais tranquilo sabendo que não tem nada pendente com os fiscos.

 

Conclusões

 

Embora o Portal do Empreendedor não deixe claro, é fundamental para o MEI ter a ajuda de uma contabilidade. Não é obrigatório, mas o valor investido pode ser bem menor do que os impostos que são gerados quando usamos o cálculo de lucro presumido.

Por isso, procure uma contabilidade de confiança e especialista em pequenos negócios, como a Account One, que trabalha diretamente com MEI, ME e EPP, ajudando os clientes a crescerem e estabelecerem seus negócios.

 

Gostou das dicas de hoje e já sabe se o MEI precisa ter contador ou não? Em caso de dúvidas, entre em contato conosco!

 

Compartilhe nas redes sociais com seus amigos e familiares. E não deixe de visitar nosso blog semanalmente para dicas e informações úteis. Até a próxima!

 

TESTE AGORA MESMO


Entre em contato hoje mesmo!

© 2019 ACCOUNT ONE | Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por TBr Web