Fale com a gente

BLOG

ACCOUNT ONE

Home Blog Vale a pena ser médico PJ? Descubra as vantagens! / account ONE Contabilidade Simplificada

Vale a pena ser médico PJ? Descubra as vantagens! / account ONE Contabilidade Simplificada

O que significa ser médico PJ?

 

Primeiro, precisamos explicar o conceito de ser um médico PJ. Basicamente, esse é um termo utilizado para todas as pessoas que possuem um CNPJ e atuam como prestadores de serviço, sejam elas engenheiros, médicos, advogados ou de qualquer outra profissão.

De uma forma geral, para ser PJ, você precisa abrir uma empresa em seu nome, que pode ser uma ME, uma EPP ou outro enquadramento que esteja de acordo com seus rendimentos brutos anuais.

Ao trabalhar como PJ, é possível:

 

  • Emitir nota fiscal para o seu contratante. No caso do médico, pode ser para o hospital, clínica onde ele trabalha ou mesmo para seus pacientes diretos. A emissão de nota fiscal também pode ser feita pelo profissional liberal, mas o processo é mais simples no caso do PJ.

 

  • Contratar funcionários: O Médico PJ pode contratar quantos funcionários quiser, desde que esteja dentro do limite permitido no seu enquadramento empresarial. Para a ME, por exemplo, é possível contratar até 10 funcionários.

 

  • Expandir a empresa: Caso o médico deseje expandir seu negócio, abrir uma clínica ou mesmo terceirizar alguns trabalhos, ele pode fazer isso com o CNPJ, já que estará formalmente dono e uma empresa, diferente do profissional liberal, que atua de maneira solitária.

 

O que vale mais a pena para o médico? Ser PJ ou profissional liberal?

 

Apesar do que falamos acima, muitos médicos não têm interesse em abrir uma empresa ou mesmo se tornarem donos de um negócio que se expande e possui a possibilidade de crescer.

Normalmente, quando não atuam em clínicas próprias, os médicos possuem contratos com hospitais, onde realizam plantões. Nesses casos, vale a pena ser um médico PJ ou é melhor continuar como Profissional Liberal? Vamos explicar abaixo!

 

1- Parte financeira

 

Para quem está preocupado com a parte financeira e a economia pessoal, ser PJ é muito mais vantajoso do que ser Profissional Liberal. Isso porque a segunda opção pode pagar até 20% a mais de impostos, justamente por se tratar de uma pessoa e não de uma empresa, que costuma ter mais vantagens financeiras.

Portanto, se você quer economizar, com toda certeza a melhor saída é migrar para o regime PJ e abrir uma empresa em seu nome. Para isso, o contador irá definir os detalhes, como enquadramento e tributação adequada, como explicaremos mais abaixo.

 

2- Organização

 

Também para a organização financeira é mais vantajoso ser PJ do que ser profissional Liberal. Com o Simples nacional, por exemplo, o médico PJ pode pagar seus impostos em uma única guia, sem complicações e sem surpresas.

Além disso, muitas contabilidades estão se especializando nesse tipo de profissional e oferecendo mais do que apenas o cuidado com a parte burocrática, mas também a organização da parte financeira e a gestão do negócio, o que facilita bastante para o médico, que costuma ser sempre muito ocupado e com plantões intermináveis.

 

Quando não vale a pena ser PJ?

 

Até aqui ficou claro que ser médico PJ vale muito mais a pena do que ser um profissional liberal. Mas quando isso deixa de ser verdade. Basicamente, em duas situações:

 

  • Quando o médico pode ser CLT: Se você tem a possibilidade de ser registrado via CLT não vale a pena optar pelo PJ, mesmo que a empresa sugira isso. Se houver horário fixo e configuração de vínculo empregatício, a melhor saída para o funcionário ainda é se tornar CLT normalmente.

 

  • Em concursos públicos: No caso do concurso público, você terá um contrato diferenciado do CLT, mas não poderá ser PJ.

 

Como fazer a migração de Profissional Liberal para PJ?

 

Agora que você já sabe quando vale a pena se tornar um médico PJ, vamos explicar rapidamente quais são os passos necessários para fazer isso de maneira simples e objetiva. Anote:

 

  • Antes de mais nada, contrate uma contabilidade especializada no seu caso. Muitos contadores conhecem bem a rotina de um empresa comum, mas não sabem ao certo como lidar com profissionais liberais que se tornam PJ. Procure um especialista!

 

  • Marque uma reunião e pergunte ao seu contador qual será o regime tributário e o que ele irá oferecer além da gestão comum das burocracias. Veja se vale a pena contratar uma contabilidade que te ajude também na parte financeira. Muitas vezes é mais vantajoso!

 

  • Leve seus documentos no dia da reunião e explique o quanto de imposto você vem pagando nos últimos meses ou anos atuando como médico e qual é o seu rendimento bruto anual. Dessa forma, será possível definir o melhor enquadramento para sua nova empresa, sem que seja preciso desenquadrar em poucos meses devido ao excesso de recebimentos.

 

Leve sempre em consideração que o regime PJ é válido apenas para médicos que prestam serviços e não que possuem vínculo trabalhistas com as empresas onde atuam. Você irá pagar menos impostos e terá uma gestão muito mais eficiente com a mudança!

 

Gostou das dicas de hoje sobre ser um médico PJ? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos e familiares. Até a próxima!

TESTE AGORA MESMO


Entre em contato hoje mesmo!

© 2019 ACCOUNT ONE | Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por TBr Web